JANAXPACHA

Janaxpacha, um curta-metragem filmado em 3D nas surpreendentes paisagens do Salar do Uyuni (Cordilheira dos Andes, Bolívia), teve sua estréia no ano de 2017. Primeiro curta-metragem brasileiro em 3D a ser lançado no Brasil, com direção de Dimitre Lucho e Katherina Tsirakis.

Data: 2017

Função: Criação, Roteiro, co-direção, produção executiva, interpretação e montagem

Colaboradores: -

O filme narra por meio da dança, a história de Inti, um viajante atormentado que se aventura no deserto onde se depara com Thunupa, a guardiã do salar. Durante sua jornada, Inti é capturado por ela, que o coloca à prova ao transformá-lo em um novo homem. Desprovido de memórias, Inti precisa resgatar sua identidade. 

 

Primeiro curta-metragem brasileiro em 3D, com direção de Dimitre Lucho e Katherina Tsirakis, a obra tem a participação de renomados profissionais como Beto Villares (“Xingu”, “Entre nós”, “Abril Despedaçado”), criador da trilha sonora juntamente com Erico Theobaldo, além de Renato Falcão como Diretor de Fotografia (“Rio”,  e “A Era do Gelo: Big Bang”) e assinam a finalização Ely Silva e José Francisco Neto, da finalizadora DOT (“Rio Cigano”, “Batchan” e “Trago Comigo”).ções humanas, a origem e destino do ser humano em busca de evolução. 


Nessa trajetória, Janaxpacha recebeu inúmeros prêmios e foi selecionado para Festivais ao redor do mundo:

1. Festival Chileno Internacional del Cortometraje de Santiago – FESANCOR, Santiago, Chile. 2017.

Melhor Curta-metragem Experimental Internacional.


2. Festival Courant 3D. Clermont-Ferrand, França. 2017.

Melhor Filme pelo Júri Estudantil.


3. Vancouver Alternative Cinema Festival – VACIF. Vancouver, Canadá. 2017.

Melhor Filme Experimental. Melhor Cinematografia.


4. Festival South Film And Arts Academy Festival – SFAAF. Rancagua, Chile. 2017.
Melhor Filme Experimental. Menção Honrosa de Direção de Arte em Curta-metragem. Melhor Trilha Sonora Original de Curta-metragem. Melhor Efeitos Visuais em Curta-metragem.


5. Global Motion Pictures Awards. 2018.

Melhor Design de Som.


6. 36º Festival Cinematográfico Internacional Del Uruguay - Montevideo, Uruguai. 2018. [Selecionado]


7. Filmstrip International Film Festival. Iasi, Romenia. 2017 [Selecionado]


8. Festival de Cine Latino Americano - Denton, EUA. 2018 [Selecionado]


9. New York City Independent Film Festival - New York, EUA. 2018. [Selecionado]


10. FILE – Festival Internacional de Linguagem Eletrônica. São Paulo, Brasil. 2018. [Selecionado]

"Obra surrealista “Janaxpacha”, dirigido por Katherina Tsirakis e Dimitre Lucho." – Revista Mundo da Fama

"Com direção de Katherina Tsirakis e Dimitre Lucho, o curta narra por meio da dança, a história de Inti, um viajante atormentado que se aventura no deserto onde encontra Thunupa, a guardiã do salar. Durante sua jornada, Inti é capturado por ela, que o coloca à prova ao transformá-lo em um novo homem. Desprovido de memórias, Inti precisa resgatar sua identidade." – SEGS 

"Filmado nas surpreendentes paisagens do Salar do Uyuni, no deserto da Bolívia, o filme não possui falas, mas narra, por meio da dança e de movimentos corporais, a história de Inti (Eros), um viajante atormentado que se aventura no deserto até encontrar Thunupa (Katherina Tsirakis), a guardiã do salar. Durante sua travessia, Inti é capturado, sacrificado até se transformar em um novo homem: Willka (Rodrigo Andreolli), o oposto de Inti, que precisa então resgatar sua identidade." – Jornal Cruzeiro

“"Janaxpacha”, obra surrealista filmada nas surpreendentes paisagens do Salar de Uyuni, maior e mais alto deserto de sal do mundo, foi selecionado para participar dos festivais Filmstrip, na Romênia e no Festival de curta-metragem Clermont-Ferrand, na França." – Portal Rosa Choque 

"A bailarina Katherina B Tsirakis deve ter sido tomada por uma impressão dessas, ao conhecer o Salar de Uyuni, na Bolívia. Na pré estréia do curta, que assina junto com Dimitre Lucho, disse que, ao chegar lá, pela primeira vez, só pensava que precisava dançar aquele/naquele lugar. E, assim, nasceu o roteiro que foi filmado, como é de se imaginar, com muita dificuldade e superando inúmeros desafios." – Tecendo a Trama

"Janaxpacha is a short documentary shot in 2D and 3D in the amazing landscape of Salar do Uyuni in Bolivia. Through dance, it tells the story of Inti, a traveler, and his meetings and transformations." –  FILE  

" Janaxpacha, primeiro curta nacional em 3D, é uma obra surrealista filmada nas surpreendentes paisagens do Salar do Uyuni, maior e mais alto deserto de sal do mundo. O roteiro narra, por meio da dança, a história de Inti, um viajante atormentado que se aventura no deserto onde encontra Thunupa, a guardiã do salar. Durante sua jornada, é capturado por ela, que o coloca à prova ao transformá-lo em um novo homem. Desprovido de memórias, Inti precisa resgatar sua identidade." – Cinema e Pipoca